23/09/2015

Hora certa pra seguir seu rumo


Desde que nascemos vivemos em baixo dos nossos pais. É praticamente eles pra tudo a nossa volta. Mas aí vamos crescendo, e crescendo, e tomando mais juízo em relação a nossa vida. Tanto fisicamente como mentalmente. A responsabilidade vem em seguida, mesmo até para coisas mais simples como esperar para atravessar a rua, ou para coisas bem maiores como pensar no próprio futuro. Mas isso são questões que todo mundo uma hora vai ter que resolver, até mesmo esperar e saber a hora de se viver por si próprio.

É o que vivo no momento. Em relação a minha vida, ainda estudo, mas sou como você que assim mesmo, já estou em mente no que fazer. Mas olhar pra frente e ter certeza no que realizar em minha vida, e nas decisões que vou tomar, sem precisar da ajuda dos meus pais. É algo ainda a ser meio que um desafio pra mim. Afinal é muito fácil, ter todas as suas decisões tomadas por eles, nenhum ou quase nenhum esforço seu. Não por inteiro, mas até mesmo aquele apoio quando você erra uma vez, pode ser algo bem confortável e que todos os pais tendem a ter com seus filhos.

No meu caso não é diferente. Mas as coisas estão fluindo, o tempo passando, os anos seguindo, e eu aqui evoluindo mais e mais, pra poder um dia tomar minhas próprias decisões, respirar o meu próprio ar, e saber logo de cara o certo e o errado, sem ter de olhar pra minha mãe enquanto ela segura minha mão. Sei que na hora vai ser eu por mim mesmo. Mas ainda tenho minhas dúvidas em relação a isso. Melhorar e melhorar é só o que eu penso, assim tenho menos medo, e vou ganhando mais e mais experiência com esse tempo.


Ver no que errava, e perceber o que foi errado na minha vida, pode ser algo de muita ajuda pra mim. Assim terei de refazer minhas escolhas, e lutar para conseguir fazer diferente. As burradas do passado, os puxões de orelha nessas horas podem ajudar bastante, então é isso mesmo. Fazer diferente. Dúvidas a mais? Queimou a comida no fogão? Ligue para os seus pais. Tenho certeza de que assim como acontece com todo mundo com você não vai ser diferente. Eles vão te ajudar.

Apesar de não saber o que realmente vai acontecer no meu futuro. Pelo menos ter uma ideia do que posso fazer e o que não posso com toda certeza vou. Os exemplos que já tive na minha infância foram todos bem aproveitados, apesar de não ser tão adulto assim. Um adulto completo só serei quando estiver convicto de que sim eu estou preparado para fazer minhas obrigações sem pedir ajuda a meus pais. Afinal pra eles isso seria um orgulho, criar um passarinho para que ele voe sozinho.

2 comentários:

  1. Oi Adeeh! Fico imensamente feliz e orgulhosa quando conheço jovens como você, pois sou pedagoga e é de jovens inteligentes assim que o nosso país precisa. O blog é lindo e o conteúdo muito útil e de fácil leitura. O layout também é lindo!! Foi tu que fizeste? Um abraço e se por acaso quiser me conhecer passa aqui:
    www.deapacheco.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, muito obrigado tento ao máximo fazer com que a leitura das minhas postagens fique bem mais leve... Beijos ♥

      Excluir

◘ Os comentários são todos moderados, assim antes deles serem exibidos eu poderei ler todos eles.

◘ Você poderá comentar com NOME e URL, basta clicar no botão "comentar como" e em seguida clicar em "Nome/URL" preencha os campos e digite seu texto.

◘ Deixe o link do seu blog ao final do comentário. Obrigado!

© Sorriso de vida - 2015 - 2017. Todos os direitos reservados. Criado por: Adeeh Mello. Mande todo seu carinho: Contato.