04/01/2016

Você realmente aproveita sua vida?


Nos tempos atuais, a força que a conexão tem tanto fisicamente quando psicologicamente sobre nós é tão imensa que não pode ser calculada. As pessoas vivem mais pela internet e objetos que fazem a conectividade entre pessoas que estão longe, e dividindo assim o mundo entre pessoas das quais ainda tendem ao lado tradicional, em meio a outras licenciosas que só vivem teclando.

A algum tempo atrás eu me considerava alguém do qual eu não poderia passar uma semana sem entrar na internet pra ver minhas redes sociais, meu blog, meu e-mail e tudo mais. É como se fosse uma parte sua, e que ao ser retirada você sente a falta na mesma hora, e isso com o decorrer do tempo só piora, ou seja, você tem muito mais vontade.

Comecei então a perceber que aquilo tudo era apenas uma mera diversão de momento. Assim que eu desligasse aquilo tudo, se passariam coisas que na verdade nem me interessavam tanto, era só pelo prazer de está ali vendo aquilo tudo. Na internet você encontra muitas coisas, umas que realmente tem uma certa relevância pra você, e outras que nem pra te dar uma simples informação te serve. São coisas tão fúteis que quando parei para imaginar, eu mesmo me impressionei com a minha falta de informação atribuída em mais ou menos umas 5 horas de internet por dia.


Isso mesmo, eu chegava a ficar mais de 5 horas na internet por dia. E pode ter certeza, 5 horas é o meu 100%, então eu posso dizer com toda certeza que desse 100%, eu retiro 18% para coisas importantes. O resto era tudo besteiras, e idiotices que eu achava em meio a um mundo em que me prendia cada vez mais.

Eu passava tardes, noites, madrugadas e manhãs pensando em algo novo a ser publicado, pensando que vários dos meus amigos estão fazendo algo legal e publicando status, fotos, e tudo mais. Até deixava também de aproveitar o tempo fora como por exemplo numa viagem, pra está publicando fotos nas redes sociais. Isso mesmo, eu não aproveitava nada, nem observava. Qualquer que fosse o local que eu achasse adequado, estaria tirando mais uma foto.

Eram fotos, status, trechos de músicas, publicados frequentemente, para um "público", que nem sempre estava com vontade de ver aquilo, e muitos deles nem davam importância para aquilo tudo. Perdi várias tardes na frente do computador, enquanto eu poderia estar com meus amigos na rua brincando, sendo quem realmente eu queria ser. Livre!

Hoje vejo que eu estava na maior fonte de informação do mundo. Um ponto em meio a tantas coisas que poderiam servir para mim no agora, e que eu deixei passar pelas minhas mãos só pelo fato de não estar fazendo nada de importante por mim mesmo. Como eu perdi tardes de conversas pessoalmente com meus amigos? Como pude deixar passar aquela série super legal na televisão só por causa de internet? Como eu pude deixar de passar o tempo acarretando palavras novas ao meu vocabulário em um agradável leitura? É isso mesmo, nem eu sei como fiz isso.

Só me basta olhar para trás e fazer daquilo tudo um longo e belo aprendizado. O que você faz com as coisas ruins que já fez? Esquece? Pois eu não! Eu deixo todas elas em uma parte do meu coração separadas em uma caixinha com a frase: Que me sirva de aprendizado! Para que eu possa olhar para ela e sempre pegar algo que eu já fiz, e que agora sei que não devo mais. Hoje eu tenho certeza de que momentos bons e maravilhosos devem ser compartilhados sim. Mas primeiramente devem ser compartilhados com você!

Viva cada coisa como se fosse a ultima de todas. Reveja cada conselho como se fosse o ultimo. Seja, sinta, observe, revele, alegre-se... E mais do que nunca: VIVA!

Nenhum comentário:

◘ Os comentários são todos moderados, assim antes deles serem exibidos eu poderei ler todos eles.

◘ Você poderá comentar com NOME e URL, basta clicar no botão "comentar como" e em seguida clicar em "Nome/URL" preencha os campos e digite seu texto.

◘ Deixe o link do seu blog ao final do comentário. Obrigado!

© Sorriso de vida - 2015 - 2017. Todos os direitos reservados. Criado por: Adeeh Mello. Mande todo seu carinho: Contato.