27/11/2016

E o fim da gente chega mais uma vez...


Conheci ainda no começo do ano. Na verdade nunca imaginaria que a gente algum dia poderia se conhecer. Já iria completar 3 anos que a gente sempre se via, sempre falava um oi ou tchau a cada seis meses, mas nunca tivemos algo pra dizer "nossa somos amigos", ou até mesmo meros conhecidos. O que mudou de uma hora pra outra. Algo que pra mim não fazia diferença alguma foi se tornando parte da minha vida até tomar ela por inteiro.

Começou com uma simples conversa, na verdade sei o dia a hora e o motivo pelo qual começamos a conversar. Era uma sexta feira, e que iríamos almoçar no colégio, daí você me chamou e fomos comer juntos esse foi o passo inicial pra nossa amizade, mesmo que passageira. Foram momentos bons e legais vividos contigo. Os comentários da galera não eram tão legais mas dava até pra dar boas risadas daquela situação, claro estávamos em um colégio não tinha como ninguém ter reparado ou então controlar a língua deles.

Brigamos tão rápido que nem eu sei como começou, mas eu sei sim o motivo, e o motivo foi exatamente esse, pelo fato dos comentários terem ficados super chatos e uma hora ou outra poderia recair sobre você e eu não queria isso, então achei melhor me afastar, mas você não desistiu e falou que era pra deixar de lado e continuamos.

Outras brigas vieram e claro por outros motivos, o primeiro deles foi algo tão besta que eu não entendo o porque disso. Foi o simples fato de nem eu e muito menos você falar um com o outro nos corredores da escola. Infantilidade? Claro que sim, um simples bom dia resolveria tudo tanto da minha parte como da sua, mas aí eu não aguentei ficar brigado e logo em seguida disse que falaria contigo todos os dias, isso foi maduro.

Na verdade ao todo brigamos nove vezes, por motivos diversos e na maioria deles foi por não saber lidar com as situações do cotidiano ao redor da gente. Poderíamos ter tomado várias decisões bem maduras e sinceras e hoje estaríamos super bem, mas não foi o caso, o que a gente fez? Preferiu ser duas crianças no meio de tantos problemas e deixando todos eles caírem por cima da gente.

Mas eu vou te confessar, eu adorava essas suas infantilidades, eu adorava saber que todo dia eu poderia rir de uma nova tramoia que você tinha feito e que eu poderia reclamar contigo vendo teus olhos parados diante de mim, coisa que você fazia sempre que precisava fugir do assunto, você parava e a gente ficava se olhando até eu perguntar: o que foi? E você dizer: nada só tô esperando tu terminar!

Eu amava ter um motivo pra falar contigo, seja por brigas ou até mesmo porque você sempre estava comigo nos corredores. Deixei várias pessoas que eu amava, e ainda amo, pra ficar e passar esses tempos contigo. Até que isso foi caindo na rotina de uma forma chata e que a gente pela nona vez brigou e até parou de se falar, mas eu corri atrás e vi que era um erro e que eu realmente não aguentaria ficar longe de você nenhum segundo a mais, me humilhei? Claro que sim pra alguns, mas pra mim não foi nada humilhante, foi apenas uma forma mais educada de dizer bem simples e seco tipo assim: cara eu não fico mais um segundo longe de tu!

Até que a gente brigou de verdade por um mal entendido? Na verdade eu ainda não sei dizer o que realmente aconteceu, você nunca me diz e acho que não dirá, no mínimo quando eu tentar conversar com você, você vai tentar não olhar pra mim e nem vai me responder, mas eu só queria saber o que realmente aconteceu. Só sei que você me acha falso, falso e falso.

Falsidade é uma palavra que acho que com a gente não combinaria, muito menos comigo a pessoa que realmente se jogou de cabeça pra viver, claro, uma amizade que durasse bastante. Mas não durou... Essa ultima briga nossa foi a pior, nessa você realmente deixou de falar comigo, e não me diz o porque, só quero que saiba que em nenhum momento fui falso contigo, as coisas que falei repito novamente: dentre muitos eu escolheria sem pensar, você. Não importa o que você ache de mim, eu apenas queria me explicar e deixar bem claro o que você é na minha vida.

Não quero deixar uma explicação pra querer te emocionar ou ter pena de mim, quero apenas que você saiba o que você significa pra mim, o que sua companhia significa pra mim, porque sabendo disso você terá certeza de que eu não estou sendo falso, na verdade vou até te deixar uma pergunta: se eu fosse realmente falso contigo, você acha que de todas essas nove vezes que a gente brigou, eu lutaria pra te ter de volta comigo? É meu caro, você realmente desestabilizou minha vida, e não eu não sei se vai melhorar, apesar de tudo parecer que não vai dar certo, já chorei bastante escondido dizendo pra mim mesmo que um dia ainda vou te ver sorrir pra mim novamente...

Instagram ♥ Facebook ♥ Pinterest ♥ We heart it ♥ Twitter ♥ Tumblr

2 comentários:

  1. Texto incrível!! Tô numa situação um tanto confusa. ..
    Grandemetamorphose.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, espero que esses tipos de situações ruins não perdurem por muito tempo... ♥

      Excluir

◘ Os comentários são todos moderados, assim antes deles serem exibidos eu poderei ler todos eles.

◘ Você poderá comentar com NOME e URL, basta clicar no botão "comentar como" e em seguida clicar em "Nome/URL" preencha os campos e digite seu texto.

◘ Deixe o link do seu blog ao final do comentário. Obrigado!

© Sorriso de vida - 2015 - 2017. Todos os direitos reservados. Criado por: Adeeh Mello. Mande todo seu carinho: Contato.