11/11/2016

O medo do fim do 3º ano


A gente conviveu praticamente 3 anos inteiros da nossa vida juntos. Pode parecer pequeno, ah são 3 anos apenas não deu pra pegar muita amizade com isso, e você tem razão, na verdade não viramos amigos, mas sim uma família. Como uma família de verdade que tem defeitos, que tem momentos de alegria, risadas e brigas também, só que sentirei falta de tudo isso sim!

A gente sorriu bastante, lembro de todas as palhaçadas que fazíamos na sala, claro sempre tem aquela pessoa que se destaca fazendo os outros rirem e eu me lembro de cada um deles. Me lembro de quando a gente se juntava (porque na maioria das vezes só saía coisa boa na nossa sala quando era pra fazer algo errado, hehehe) pra irritar os professores na hora da aula, somos mestres da irritação!

Cada pessoa que entrou, cada pessoa que saiu antes desse 3º ano acabar e tomou seu rumo longe da gente, de uma forma ou de outra deixou a sua marca seja ela positiva pra lembrar pra sempre ou negativa para nos fortalecer e superar. Mas cada um que esteve ou ainda está alí faz muita diferença, tenho a impressão de que fomos feitos um para o outro e que se fosse outra galera não daria tão certo.

Toda família tem um bagunceiro, toda família tem uma tiazona, um filho sumido, uma filha bem baixinha, um pai bem brigão, uma mãe bem fofinha e dramática. E muitas e muitas coisas que existem nas famílias por aí e que existem na nossa também. Com a gente não é diferente em nada, já tivemos bastante coisas pra contar, e hoje pensamos no que vai ser daqui pra frente.

Sabe aquelas reuniões em família onde todo mundo se junta pra ficar tudo bem, numa boa conversando só pra que fiquemos mais próximos um do outro? Pois é, lá tem isso também, o que acaba fortalecendo o nosso vinculo  e nossa intimidade, mas como tudo de bom tem seu lado ruim, o lado ruim da história é que nos apegamos bastante então a saudade vai ser bem maior!

Eu sempre olhava e observava pessoas dizendo que eu iria sentir muita falta do meu ensino médio, logo no começo de tudo eu não via a hora de terminar, mas a convivência (não pela escola e sim pelas amizades) foi ficando cada vez mais forte, o pensamento de desistir a todo momento vinha e batia na porta da mente, mas uma, duas ou três pessoas foram tomando conta de nossas emoções e fazendo uns dias cansativos aí ficarem bem mais divertidos.

Eu vou chorar, claro que vou, sem dúvida alguma disso o mais emocional alí sou eu. Mas ver que os meninos que são tão durões chorando e abraçando todo mundo, isso deixa na sua mente a certeza de que aquelas pessoas fizeram e fazem diferença em sua vida, e que com certeza é pra sempre, não importa se depois de tudo isso a gente siga caminhos diferentes, vamos lutar pra se ver frequentemente, e se mesmo assim não der certo pelo menos temos as nossas lembranças pra deixar tudo melhor.

Que pena que essas coisas um dia acabam...

Instagram ♥ Facebook ♥ Pinterest ♥ We heart it ♥ Twitter ♥ Tumblr

Nenhum comentário:

◘ Os comentários são todos moderados, assim antes deles serem exibidos eu poderei ler todos eles.

◘ Você poderá comentar com NOME e URL, basta clicar no botão "comentar como" e em seguida clicar em "Nome/URL" preencha os campos e digite seu texto.

◘ Deixe o link do seu blog ao final do comentário. Obrigado!

© Sorriso de vida - 2015 - 2017. Todos os direitos reservados. Criado por: Adeeh Mello. Mande todo seu carinho: Contato.