24/01/2017

Sobre esse desapego: Mantendo o desapego


Instagram ♥ Facebook ♥ Pinterest ♥ We heart it ♥ Twitter ♥ Tumblr

Sabemos o quanto é difícil hoje em dia você manter um hábito depois de mudar outro. Funciona assim: você vive de determinada maneira e decide mudar aqui tudo, achou melhor dar um basta. Daí então você entra em uma outra rotina em um outro ritmo, só que com essa mudança vem as coisas que um dia ficaram rotineiras e agora não mais, então manter essa nova visão vai ser um pouco difícil. Hoje no Sobre esse desapego, vamos falar de como você manter o foco, como você manter os desapegos no cotidiano, sem ter aquelas recaídas, hehe!
Este post faz parte da categoria Sobre esse desapego, não deixe de acompanhar as próximas postagens e fique por dentro de tudo. Acompanhe também os desapegos em tempo real pelo Facebook do blog!
Mantendo o desapego:
Quando você muda uma rotina de sua vida, ou um jeito de viver você tem que perceber duas coisas: primeiro a persistência, porque não vai ser nada fácil você mudar algo que já vive a anos, e segundo aprender a conviver com aquilo sem voltar à primeira fase. O que eu estou querendo dizer é que no desapego, quando você começa é muito bom, você se livra daquilo que realmente não te faz nenhum sentido, mas aí começam algumas coisas do tipo "eu quero desapegar, mas não posso". É esse tipo de pensamento que te faz voltar a ser o que você era antes, e se você chegou até aqui, se você jogou bastante fora, ou repassou bastante coisa, porque voltar tudo novamente?

Vou te dar um exemplo bem básico! Sabe aquele álbum de fotos seu de uma época que você não era bem consigo mesma? É fácil de se livrar não é? Além do mais você odiava ser assim. Agora Experimenta se livrar de fotos de algum amor/amigo que te proporcionou momentos inesquecíveis e que hoje essa pessoa não está mais presente em sua vida! O fato de vocês terem magoado essa relação faz toda a diferença na hora do desapego. Te irritou, te magoou, te faz ficar bastante triste, mas aí você pensa: embora nem manter contate a gente mantenha, a gente já viveu tanta coisa boa juntos!

Tudo bem eu sei que não é nada fácil se livrar de muitas outras coisas que é importante pra você. Pensando nisso eu separei aqui 3 dicas pra você que quer se livrar de um apego emocional mas que não sabe como. Isso vai te ajudar bastante! Ah! Eu estou fazendo esses post nessa série com base no que eu estou vivendo, então sim, teve algo nos meus desapegos que não foi fácil de desapegar, vou contar pra vocês logo ao final do post!

1. DESAPEGUE PRA VALER / Isso mesmo, olha pra mim aqui (ou pra minha foto ao lado, haha), você é muito mais do que esses apegos emocionais que estão te destruindo. Você é muito mais do que uma decepção que antes era a coisa mais bonita em sua vida, então pega isso tuso sem dó nem piedade e joga no lixo mesmo. Se for material joga no lixo de verdade, se for emocional/psicológico joga no lixo da alma, ela vai se encarregar de tudo! SEM PENA!

2. FORÇA NAS PARTES BOAS / Não dá pra desapegar mesmo? Tem certeza de que não dá pra desapegar? É a ultima vez que pergunto: tem certeza que não? Ok! Então pula pro plano B. Pega tudo o que te lembra essa decepção e separa o que foi bom um dia e o que não foi em um momento. Separou? Agora tudo que foi ruim, joga fora agora! Não importa mais nada disso, joga fora tudo e fica apenas com as coisas boas. Mas Adeeh, isso não vai me fazer lembrar? Vai sim, mas não com detalhes o que prejudica ainda mais!

3. DEIXA LONGE, LONGE, BEM LONGE, LONGE / Essa dica aqui vale mais pra desapegos materiais. Vamos usar o exemplo do álbum de fotos que falei lá em cima, é simples: pegue o álbum (já que você não quer desapegar) e guarde em um local onde você não costuma nem sequer olhar! Ou seja, você vai desapegar de certa forma, mas não vai se livrar daquilo, já que te fez bem. No caso do emocional é um pouco complicado já que você  não pode controlar sua mente por inteiro, mas você pode aprender a deixar muitas coisas de lado e fazer o possível pra não pensar/tocar no assunto!

Pronto essas foram as dicas. Agora vamos explicar o porque da ideia desse post.
Não sei se vocês lembram desse post AQUI, onde eu falei sobre uma amizade minha e que essa amizade foi de um valor imenso pra mim mas que houve muitos problemas dentro dela. Antes de tudo quero deixar bem claro que não, eu não me arrependo desse amigo ter entrado na minha vida. Mas sim eu queria e consegui desapegar (um pouco). Usei o método da dica número 2, onde eu deixei de lado esses conflitos e até a amizade por inteiro, mas só que eu sou meio trouxa, eu acho, porque sei que se voltar a amizade de antes eu não pensaria duas vezes antes de dizer sim!

Eu não sei na verdade se me fez bem ou  mal essa amizade. Mas usei esse método (o mais leve, eu penso assim) porque eu não queria realmente me livrar dele por inteiro, eu queria lembrar daquilo tudo como se fosse algo legal, algo que eu contaria futuramente a alguém numa noite bem legal e diria "foi uma das melhores amizades que tive". Erramos os dois claro, não vou puxar mais pro meu lado, mas acima de tudo foi algo bom pra mim, por isso não quis desapegar por inteiro. E eu vou dizer está funcionando normalmente viu! Funciona direitinho, hehe!

Concluindo:
Viu? Existe várias formas de desapego, cabe a você pensar em qual método é o melhor nessas horas de desapegar de coisas tão importantes. E lembre-se: você deve analisar aquilo tudo bem direitinho e ver se realmente aquela coisa te fez mal de verdade ou é só coisa da sua cabeça. Falo isso pois não há nada mais chato que desapegar de algo e depois continuar a vida sentindo falta, não vale a pena pode ter certeza. Veja, revise, sinta, antes de tomar qualquer decisão!

Instagram ♥ Facebook ♥ Pinterest ♥ We heart it ♥ Twitter ♥ Tumblr

2 comentários:

  1. Desapegar de qualquer coisa é muito díficil, mas muitas vezes é necessário, e mesmo a gente sabendo que é necessário é tão dificil!
    jessicalorena.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É difícil mesmo eu entendo perfeitamente, mas conseguimos e é necessário! ♥

      Excluir

◘ Os comentários são todos moderados, assim antes deles serem exibidos eu poderei ler todos eles.

◘ Você poderá comentar com NOME e URL, basta clicar no botão "comentar como" e em seguida clicar em "Nome/URL" preencha os campos e digite seu texto.

◘ Deixe o link do seu blog ao final do comentário. Obrigado!

© Sorriso de vida - 2015 - 2017. Todos os direitos reservados. Criado por: Adeeh Mello. Mande todo seu carinho: Contato.